Dr. Teuto

Blog

Blog


18/07/2022 Notícias

Vitiligo: relembre os sintomas, as causas e os impactos da doença

Dia 25 de junho foi celebrado o Dia Mundial do Vitiligo, e especialistas destacam que a discriminação, por conta das manchas provocadas, pode prejudicar a qualidade de vida e saúde mental dos paciente

Vitiligo: relembre os sintomas, as causas e os impactos da doença

A característica principal do vitiligo são as manchas que se espalham pela pele devido à falta de pigmentação provocada a partir da falta ou diminuição da melanina.

A doença não gera limitações físicas ou cognitivas aos pacientes e não é transmitida de uma pessoa para outra. Porém, gera infinitos impactos na autoestima das pessoas, o que acaba afetando a saúde mental também.

Vitiligo: o que é?

O vitiligo é uma manifestação não contagiosa, autoimune e que pode ser causada por vários fatores. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, fatores externos podem contribuir para o aparecimento ou agravamento da doença.

Segundo pesquisas, cerca de 30% a 40% dos indivíduos com diagnóstico de vitiligo identificam um histórico familiar. Porém, como qualquer doença autoimune, não se sabe qual fator que a desencadeia.

Formas clínicas do vitiligo

  1. Focal: manchas pequenas em uma área específica do corpo.

  2. Mucosal: manchas somente nas mucosas, como lábios e região genital.

  3. Segmentar: manchas distribuídas unilateralmente, apenas em uma parte do corpo.

  4. Crofacial: manchas nos dedos e em volta da boca, dos olhos, do ânus e genitais.

  5. Comum: manchas no tórax, abdome, pernas, nádegas, braços, pescoço, axilas e demais áreas acrofaciais.

  6. Universal: manchas espalhadas por quase todas as regiões do corpo.

Diagnóstico

O principal sintoma dos pacientes é o aparecimento das manchas brancas na pele. Em casos isolados, pode haver dores e coceiras no local das manchas. Mas o ideal é sempre buscar um especialista para realizar o diagnóstico.

Os lugares comuns de aparecimento são ao redor dos olhos, pálpebras, perto da boca e nos genitais. As manchas também podem aparecer nas extremidades, nas mãos e nos pés, embora possam acontecer em qualquer lugar. 

Tratamento

A doença não tem cura, mas é possível realizar o tratamento e mantê-la sob controle. Entre os tratamentos disponíveis estão: medicamentos que induzem a repigmentação da pele afetada, cremes à base de corticoides e outros anti-inflamatórios, tecnologias como laser e fototerapia, além de cirurgia e transplante de melanócitos.

Além do tratamento, os pacientes devem seguir uma rotina de cuidados específicos, em especial, evitar a exposição ao sol e a luzes intensas. 

 

Fonte:

- https://www.cnnbrasil.com.br/saude/dia-mundial-do-vitiligo-conheca-os-sintomas-tratamento-e-impactos-da-doenca/

Assuntos relacionados: Vitiligo