Dr. Teuto

Blog

Blog


25/02/2022 Notícias

Em 2030, 68% dos brasileiros devem estar acima do peso

Equipe formada por 17 pesquisadores de diversas universidades do Brasil e uma do Chile apresentou estudo com dados alarmantes.

Em 2030, 68% dos brasileiros devem estar acima do peso

Ao pensar no ano de 2030, parece que falta muito tempo, mas são apenas 8 anos. Uma projeção de dados para o ano, mostra como estarão os brasileiros futuramente: 68% da população com excesso de peso e 26% com obesidade.

Os dados foram obtidos a partir do estudo "A Epidemia de Obesidade e as DCNT, causas, custos e sobrecargas do SUS'', realizado por uma equipe de estudantes de diversas universidades brasileiras e uma chilena.

Os resultados da pesquisa mostram que o risco associado às Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), é o mais grave e preocupante, pois pode gerar consequências ao Sistema Público de Saúde (SUS).

Essas doenças são causadas por diversos fatores de risco, e podem permanecer por curtos ou longos espaços de tempo. As doenças cardiovasculares, doenças respiratórias crônicas, as neoplasias (cânceres) e a diabetes mellitus são exemplos de DCNT.

O excesso de peso e obesidade está crescendo no mundo não por causas individuais, mas por causas populacionais da obesidade. Define-se como causa populacional um conjunto de mudanças especialmente no sistema alimentar que ocorreram a partir da década de 1970, por exemplo, mudanças da legislação, mudanças nas leis agrícolas, mudanças na legislação quanto ao marketing e ao processamento dos alimentos.

As causas do excesso de peso e da obesidade devem ser combatidas em coletivo, e não com foco individual, para que existam estratégias e políticas públicas para combater esse problema.

Políticas públicas:

Uma das soluções propostas pelo estudo é a criação de políticas públicas que promovam a diminuição de alimentos industrializados, com marketing voltado para a alimentação saudável e prática de exercícios.

Guia alimentar: Para os pesquisadores, o Guia Alimentar constitui uma das estratégias para implementação da diretriz de promoção da alimentação adequada e saudável que integra a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) para a população brasileira.

Além de contribuir para melhorar os padrões de alimentação, hábitos alimentares e condições de saúde. 

Sobrecarga do SUS: Estar com sobrepeso é um gasto tanto individual quanto coletivo, os custos e sobrecargas do SUS cresceram e muito com os elevados índices de sobrepeso no país. 

 

Fonte:

- https://medicinasa.com.br/2030-obesidade/

Assuntos relacionados: Sobrepeso