Blog


24/09/2019 Medicina

Telediagnóstico: Conheça esse avanço da telemedicina e saiba como usá-lo

Ato médico à distância traz vantagens para o paciente e agiliza a identificação de doenças

Telediagnóstico: Conheça esse avanço da telemedicina e saiba como usá-lo

O telediagnóstico, ou diagnóstico à distância é uma metodologia revolucionária e importante que garante um atendimento personalizado a indivíduos que não possuem fácil acesso aos médicos e clínicas de saúde. Contudo, muitos receios e questionamentos ainda estão relacionados a esse assunto.

Afinal, o que é telediagnóstico? De acordo com o Conselho Federal de Medicina, o telediagnóstico trata-se de uma ação médica à distância que tem por objetivo transmitir gráficos, dados ou imagens com a finalidade de emitir laudos ou pareceres médicos na área relacionada ao procedimento realizado.

Nesse sentido, o diagnóstico à distância é feito com o apoio de tecnologias da informação e comunicação. Esse termo não se refere às investigações ou realização de qualquer análise sem a presença de um profissional da saúde. Quer saber quais são os benefícios ao utilizar essa inovação? Acompanhe para entender.

Vantagens do telediagnóstico e por que usá-lo?

Veja abaixo as principais vantagens do uso da tecnologia.

Agilidade

O telediagnóstico permite que resultados sejam emitidos em até 30 minutos, agregando maior agilidade em doenças graves e urgentes, além de promover grande possibilidade de cura através de diagnósticos precoces.

Redução de gastos

Com o telediagnóstico é possível reduzir os custos de deslocamentos dos pacientes para buscar seus laudos e exames. Para as clínicas, a vantagem financeira é ainda maior já que reduz os gastos com contratação de profissionais que devem estar presentes no horário de funcionamento da unidade.

Férias

Ter o auxílio de especialistas através da telemedicina é interessante em momentos que os médicos de uma clínica necessitam estar ausentes.

Outra opinião

Os especialistas da empresa de telemedicina podem dar outros pareceres, indicando uma segunda opinião para os diagnósticos já apontados pelos médicos.

Facilidade de acesso

Possibilita que a população que vive em lugares distantes e isolados possa ter acesso a laudos e diagnósticos a partir de dados enviados pelo paciente, e o melhor de tudo, sem sair de casa.

Maior satisfação do paciente

A rapidez na resolução dos problemas e a possibilidade de solucioná-los sem precisar se deslocar, garante a satisfação do paciente tratado por esse meio.

Apesar de todos esses benefícios, você sabe como o telediagnóstico funciona? Leia abaixo para entender.

Como funciona o telediagnóstico?

Primeiramente o profissional responsável por realizar o exame utiliza um equipamento digital para essa ação. Os dados são coletados e armazenados no computador, podendo ser compartilhados na plataforma de telemedicina. O médico especialista da plataforma tem acesso a esses dados, informando o seu parecer e laudo, assinando-o digitalmente.

O documento pode ser visualizado através da plataforma pelo paciente e também outros profissionais de saúde que tenham acesso à ferramenta.

Ainda tem dúvidas de onde essa inovação pode ser empregada? Acompanhe e entenda.

Situações em que o diagnóstico à distância pode ser utilizado

O telediagnóstico permite avaliações médicas e investigações por meio de imagens de exames e informações clínicas dos pacientes.

É, normalmente, realizado em duas situações. Quando o paciente é atendido em um pronto-socorro e os dados de exames são encaminhados para um especialista tratar o indivíduo e, ainda, quando a pessoa é atendida em uma clínica, sendo submetida ao mesmo procedimento.

O telediagnóstico é uma tecnologia que ampliou o acesso a laudos e diagnósticos de qualidade e produzidos à distância. É uma inovação que trouxe diversas vantagens tanto para pacientes quanto para os profissionais de saúde. Você já conhecia essa nova metodologia de diagnósticos? Comente a sua opinião sobre o assunto!