Dr. Teuto

Blog

Blog


27/05/2022 Notícias

Quais fatores estão por trás da nova epidemia de dengue no Brasil?

O número de casos da doença cresce a cada dia no primeiro semestre de 2022. Saiba o que está por trás do aumento.

Quais fatores estão por trás da nova epidemia de dengue no Brasil?

Os números disponíveis no boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, em abril, revelam um aumento de 85,6% nas infecções pelo vírus da dengue, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, em relação ao mesmo período de 2021.

Em alguns locais do país, a situação está ainda pior: no Centro-Oeste, o crescimento em comparação com o ano passado foi de 242%. Até o momento, a região registrou 648 casos por 100 mil habitantes. 

O que ocorre este ano é uma atividade expressiva da dengue em algumas partes do país, principalmente no eixo que vai de Tocantins até Santa Catarina, passando pelo Centro-Oeste e pela parte oeste de São Paulo. 

O clima em diversas regiões do país no início do ano, chuvas intensas e prolongadas, foi favorável para a proliferação do mosquito, e consequentemente para um maior número de casos da doença. 

Para o Aedes aegypti, as chuvas são sinônimo de água parada, do surgimento de locais propícios onde os ovos do mosquito e as larvas podem se desenvolver até alcançarem a fase adulta.

Na mesma época em que os nossos casos de dengue estavam aparecendo, o Brasil enfrentava outras duas crises de saúde: uma epidemia de influenza H3N2, que causou um aumento dos casos de gripe, e o espalhamento da variante ômicron do coronavírus, com recordes nos números de infecção.

Os sistemas de vigilância da dengue foram prejudicados, já que nos últimos dois anos o foco estava apenas na covid-19. 

Além disso, é necessário considerar que, em 2019, o país enfrentou um surto de dengue, e após três anos, já se podia esperar uma nova onda da doença, pois é uma infecção cíclica. 

O que deve acontecer, de acordo com o que já foi visto em anos anteriores, é que os casos de dengue continuarão a crescer no país até o meio de maio. A partir daí, com a chegada de temperaturas mais baixas nas regiões Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste, os registros voltam a cair.

O que você pode fazer contra a doença? 

Existem diversas responsabilidades individuais que devem ser praticadas em combate à dengue, como: 

  • Evitar qualquer reservatório de água parada sem proteção em casa; 

  • Monitorar constantemente o quintal a fim de extinguir qualquer proliferação do mosquito; 

  • Instalar telas em portas e janelas e fazer o uso de repelentes; 

  • Estar atento aos sintomas da doença: febre, cansaço, vermelhidão na pele e dores de cabeça. 

Caso algum desses sintomas se manifeste, o ideal é procurar um médico e realizar o tratamento adequado. Faça repouso, beba muita água e, se necessário, faça o uso de remédios para alívio dos sintomas. 

 

Fonte:

- https://g1.globo.com/saude/noticia/2022/04/16/o-que-esta-por-tras-de-nova-epidemia-de-dengue-no-brasil.ghtml

Assuntos relacionados: Dengue