Dr. Teuto

Blog

Blog


02/05/2022 Notícias

Avanço da cirurgia robótica com regulamentação do Conselho Federal de Medicina

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou, no dia 28 de março, a regulamentação para novos procedimentos médicos no Brasil com o uso de plataforma robótica.

Avanço da cirurgia robótica com regulamentação do Conselho Federal de Medicina

A cirurgia robótica já possuía validação pela Anvisa desde 2008, mas o aval do CFM reforça a sua importância. A regulamentação é um reconhecimento, por parte de um órgão de prestígio e seriedade como o CFM, de que a técnica robótica é mais segura e vantajosa para o paciente. 

Porém a resolução apresentada pelo CFM possui diversas exigências. Para realizar esse tipo de cirurgia, o médico deverá ter o Registro de Qualificação de Especialista no Conselho Regional de Medicina, na área de cirurgia relacionada ao procedimento desejado. 

Além disso, é necessário possuir tratamento específico em cirurgia robótica no período de residência médica ou capacitação para esse tipo de operação.

Essas regras predeterminadas são indispensáveis para os médicos que desejam utilizar esse tipo de tecnologia durante as cirurgias. 

Outra preocupação do CFM é exigir que o local tenha uma estrutura adequada em relação à segurança tecnológica durante os procedimentos. Como banda de comunicação eficiente e redundante, estabilidade no fornecimento de energia elétrica e segurança eficiente contra vírus de computador ou invasão de hackers.

Isso porque, com a segurança adequada, o médico consegue operar o paciente mesmo estando a quilômetros de distância. 

Um aspecto extremamente positivo da regulamentação da cirurgia robótica pelo CFM é que os trâmites nas esferas da saúde e dos negócios se tornarão mais simples. Em especial, porque as empresas se sentirão mais seguras em realizar investimentos na miniaturização de materiais. 

 

Fonte:

- https://medicinasa.com.br/cfm-cirurgia-robotica/

Assuntos relacionados: Cirurgia robótica