Dr. Teuto

Blog

Blog


19/11/2021 Notícias

Novembro Azul: 3 coisas que você precisa saber sobre o câncer de próstata

A demora em realizar exames de prevenção e a falta de conhecimento sobre a doença contribuem para o avanço de novos casos.

Novembro Azul: 3 coisas que você precisa saber sobre o câncer de próstata

Movimento mundial de combate ao câncer de próstata, o Novembro Azul visa conscientizar homens em uma faixa etária entre 40 e 50 anos.

Informações do INCA (Instituto Nacional do Câncer) registram que esse tipo de tumor é o segundo que mais afeta os homens, e deve somar mais de 65.840 novos casos no Brasil só este ano.

Ocorre que o câncer de próstata ainda é um tabu por parte de alguns homens. Muitos pacientes só vão ao médico quando já apresentam os sintomas. Isso acontece devido à falta de informação a respeito dos exames para detecção.

O que é a próstata?

É uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

Quais são os sintomas?

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, quando os sintomas começam a aparecer, 95% dos casos já estão em fase adiantada.

É preciso se atentar caso sinta dor óssea, dor ou ardor ao urinar, presença de sangue na urina ou no sêmen e necessidade de urinar várias vezes durante o dia e a noite. Na maioria dos casos, esses sintomas são tidos como silenciosos. Por isso dê importância ao que seu corpo diz.

Entenda 3 coisas sobre o câncer de próstata

1) Fatores que contribuem para o desenvolvimento do tumor

A causa exata do desenvolvimento de câncer de próstata não é conhecida, mas especialistas configuram alguns hábitos como sendo agravantes no desenvolvimento da doença, como a genética, os hábitos alimentares, o uso de anabolizantes e o tabagismo.

2) Atividades físicas fazem a diferença

Apostar em um estilo de vida saudável é um ponto importante para manter a saúde do organismo em dia.

O Ministério da Saúde recomenda ter uma rotina saudável, com alimentação balanceada, e visitar frequentemente o consultório médico. Essas práticas auxiliam na prevenção não só deste, mas de diversos outros tipos de carcinomas.

3) Diagnóstico precoce e tratamento salvam

O diagnóstico precoce está entre os fatores que mais corroboram para as chances de cura.

Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

Além de evitar possíveis efeitos colaterais de procedimentos cirúrgicos e radioterápicos, manter os exames urológicos em dia garante, em 90%, as chances de não desenvolver casos avançados da doença e contribuir diretamente para a cura.

O tabu não pode ser maior que a sua saúde.

Visite seu urologista e mantenha seus exames em dia.

 

Fonte:

- https://bvsms.saude.gov.br/novembro-azul-mes-mundial-de-combate-ao-cancer-de-prostata/

Assuntos relacionados: câncer de próstata