Dr. Teuto

Blog

Blog


13/09/2021 Notícias

Estudo aponta 21 formas de reduzir o risco de Alzheimer

De acordo com o apontamento, manter estímulo mental e evitar obesidade e pressão alta ajudam a adiar o desenvolvimento da doença.

Estudo aponta 21 formas de reduzir o risco de Alzheimer

Evidências científicas partidas de estudos sobre a prevenção ao risco de Alzheimer foram o foco de duas meta-análises divulgadas nas revistas científicas The Lancet e Journal of Neurology, Neurosurgery & Psychiatry, que determinaram 21 maneiras de prevenir o risco de Alzheimer e outras demências por meio de condutas.

De causa ainda não definida pela medicina, os tratamentos contra os riscos que o Alzheimer representa à saúde cognitiva são considerados preventivos.

O estudo define o abuso de álcool, o tabagismo, a alimentação com nutrientes inadequados, a obesidade, a diabetes e a hipertensão como os principais riscos de Alzheimer na velhice.

Segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz), a estimativa é de que, no mundo, existam cerca de 35,6 milhões de pessoas com a doença de Alzheimer (DA).

Atingindo as conexões das células cerebrais, a doença provoca a degeneração e morte dessas células e, como consequência, a memória e outras funções mentais importantes são acometidas por sua progressão, tornando o controle dos riscos de Alzheimer uma conduta de suma importância para evitar seu avanço.

Estudo sobre os riscos de Alzheimer

A análise dos especialistas teve como foco determinar quais tipos de indivíduos têm maior predisposição a desenvolver a demência e providenciou evidenciar como conduzir bons hábitos a fim de diminuir maiores riscos de desenvolver o Alzheimer.

Na pesquisa, foi relatada um nível elevado da incidência da doença em negros, asiáticos, populações pobres e minorias, como os maiores grupos com relatos de casos, transformando a tentativa de dimiuição de riscos de Alzheimer também em uma questão social.

Veja que, somente no Brasil, existem cerca de 1,2 milhão de casos da doença e, de acordo com a ABRAz, a maior parte dessas pessoas ainda não foi diagnosticada por falta de acesso médico.

Leia também: OMS divulga orientação para atenção à saúde mental centrada nos direitos humanos.

De acordo com a análise do estudo, o melhor caminho para prevenir riscos de Alzheimer é manter os hábitos mais saudáveis possíveis e ofertar maiores campanhas de combate à pobreza e a discriminação.

21 maneiras de prevenir riscos de Alzheimer

Veja o que as duas meta-análises sugerem:

  1. Manter sob controle os níveis de açúcar no sangue e o peso corporal, para evitar a diabetes;
  2. Administrar o peso para que este fique em um nível saudável: Índice de Massa Corporal (IMC) de 25;
  3. Estimular boas condutas de educação escolar desde a infância;
  4. Procurar evitar traumatismos cranianos (concussões);
  5. Ofertar ao sistema cognitivo novos aprendizados;
  6. Controlar a depressão;
  7. Administrar o estresse;
  8. Tratar, sempre que recorrente, a hipotensão ortostática (sensação de tontura ao se levantar);
  9. Manter a pressão arterial sob controle a partir dos 40 anos;
  10. Controlar e tratar a perda de audição ao longo da vida;
  11. Suplementar vitamina B, com recomendação médica, em casos de níveis elevados de homocisteína;
  12. Praticar exercícios físicos;
  13. Manter a frequência cardíaca sob controle, evitando a fibrilação atrial;
  14. Suplementar vitamina C;
  15. Evitar a exposição contínua à poluição do ar e ao fumo passivo;
  16. Não abusar de álcool;
  17. Evitar o hábito de fumar;
  18. Dormir bem;
  19. Evitar terapias de reposição de estrogênio na pós-menopausa, à exceção de menopausa precoce ou perimenopausa;
  20. Não tomar medicamentos para demência de forma preventiva;
  21. Combater a discriminação racial e a pobreza.

Com as formas apresentadas para reduzir o risco de Alzheimer, estima-se que a medicina evolua ainda mais rapidamente na busca dos melhores recursos para tratar e prevenir a doença.

A informação ainda é a melhor maneira de prevenir doenças desta natureza.

Mantenha-se conectado(a) com as novidades das condutas em saúde assinando nossa newsletter.

 

Fonte:

- https://www.cnnbrasil.com.br/saude/conheca-21-maneiras-de-reduzir-o-risco-de-alzheimer/
- https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/alzheimer

Assuntos relacionados: risco de Alzheimer