Dr. Teuto

Blog

Blog


16/04/2021 Notícias

O diagnóstico de novos casos de tuberculose cai e preocupa órgãos de saúde

Pandemia pode estar prejudicando a identificação de novos casos da doença

O diagnóstico de novos casos de tuberculose cai e preocupa órgãos de saúde

No dia 24 de março de 2021, Dia Mundial da Tuberculose, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) nos alertou sobre um fato alarmante. Segundo a organização internacional, desde o início da pandemia do novo coronavírus, houve uma queda substancial do diagnóstico de tuberculose na América Latina.

Segundo a OPAS, os diagnósticos de tuberculose caíram entre 15% e 20% durante o ano de 2020 nas Américas, resultando em um golpe severo para o esforço internacional que objetivava acabar com a doença.

Uma problemática generalizada

Um fator causal que pode ajudar a explicar essa diminuição se encontra no fato de que a adoção de medidas contra o novo coronavírus são profundamente eficientes no combate à tuberculose. A OPAS argumenta que a adesão às regras de etiqueta respiratória, como o uso de máscaras, e ao distanciamento social podem ser uma variável explicativa para essa diminuição, mas uma que não conta toda a história.

Nesse sentido,  faz-se necessário apontar que a queda dos diagnósticos não é uma exclusividade da tuberculose. Trata-se de uma problemática que pode ser inserida dentro de um quadro mais amplo de uma diminuição generalizada da realização de exames preventivos, uma consequência direta do surgimento do novo coronavírus.

Um dos fatores causais passíveis de serem apontados se encontra nos próprios protocolos adotados pelos hospitais e clínicas de saúde. Devido ao alto risco de contágio presente nessas instituições, em consonância com uma escassez de profissionais e recursos, fez-se necessário a institucionalização da priorização de casos graves ou contaminados pela Covid-19.

Como consequência desse protocolo, houve uma diminuição severa nos índices de exames de prevenção de doenças comumente identificáveis. No caso do tópico em questão, a queda do diagnóstico de tuberculose é uma problemática bastante severa, pois como afirma a diretora da OPAS “é inaceitável que as pessoas sofram e morram de algo evitável e curável”.

Uma doença com cor e classe social

A tuberculose não é uma doença que afeta indiscriminadamente a todos, pois possui determinantes sociais que intensificam sua disseminação e contágio. A OPAS aponta que questões como pobreza, desnutrição, desemprego e más condições de moradia são solos férteis para o florescimento da tuberculose.

Sendo assim, tratam-se de condições que foram intensificadas fortemente após o surgimento da pandemia do novo coronavírus. Para exemplificar a severidade da deterioração da condição social na América Latina, basta que voltemos nosso olhar para o Brasil, onde cerca de 50% da população se encontra em estado de insegurança alimentar.

Nesse sentido, ainda é muito cedo para podermos identificar o impacto que a tuberculose teve durante a pandemia do novo coronavírus.

Faz-se necessário lembrar que a tuberculose ainda é umas das infecções mais mortais do mundo, mas é plenamente tratável e curável, desde que tenha acompanhamento médico adequado. Portanto, é de extrema importância que as autoridades ajam conjuntamente para oferecer os tratamentos adequados para os enfermos.

Hoje conversamos um pouco sobre a queda nos diagnósticos de tuberculose. Caso tenha gostado do presente post, não esqueça de assinar nossa newsletter.

 

Fonte:

- https://www.paho.org/pt/noticias/24-3-2021-diagnostico-novos-casos-tuberculose-caiu-entre-15-e-20-nas-americas-em-2020
- https://www.drteuto.com.br/blog-interna.php?data=2021-03-05&slug=exames-de-prevencao-como-a-covid-19-tem-afetado-a-prevencao-de-outras-doencas
- https://www.brasildefato.com.br/2021/04/13/brasil-tem-125-6-milhoes-de-pessoas-em-situacao-de-inseguranca-alimentar-na-pandemia
- https://www.drteuto.com.br/blog-interna.php?data=2021-01-11&slug=quais-foram-as-principais-causas-de-morte-nos-ultimos-19-anos

Assuntos relacionados: DIAGNÓSTICO DE TUBERCULOSE