Dr. Teuto

Blog

Blog


19/03/2021 Notícias

Covid-19 no Brasil: Entenda como está a doença pelo país

Número de casos e óbitos batem recordes e gera preocupação

Covid-19 no Brasil: Entenda como está a doença pelo país

Atualmente, segundo os dados do Ministério da Saúde, o Brasil contabiliza desde o início da pandemia mais de 12 milhões de infectados por coronavírus. O ministério também já conta mais de 290 mil óbitos por Covid-19 no Brasil. Uma situação bastante preocupante, em especial, porque as últimas semanas foram de recordes no contágio e nas mortes pelo novo coronavírus.

Acompanhe o post e saiba mais!

Recordes de infecção e mortes

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, que colhe os dados diretamente com as secretarias estaduais de saúde, durante as últimas semanas a maioria dos estados da federação apresentaram a média móvel de mortes em alta.

Desde o dia 10 de março, o número de óbitos está oscilando, geralmente acima da casa dos 2.000. Quanto aos números de casos, a situação também não é animadora. No dia 19 de março foram registrados 90.570 novos casos, número mais alto nos últimos 30 dias.

As causas para a situação atual

Os especialistas apontam que o que estamos vivendo é reflexo das flexibilizações nas medidas de isolamento tomadas no fim do ano. Com as regras mais brandas, bares e restaurantes lotaram. Também nas celebrações de final de ano é muito comum visitar amigos e parentes, o que fez com que muitos ignorassem as recomendações sanitárias.

Outro fator que, segundo especialistas, pode ter contribuído para o aumento nas infecções é a circulação da variante P1, conhecida como variante de Manaus. Estudos apontam para uma maior transmissibilidade desta cepa, que em algumas regiões do país já é predominante.

Vacinação começou, mas ainda está lenta

O Brasil já faz uso de duas vacinas: a Oxford-Astrazeneca, que tem convênio com a Fiocruz, e a CoronaVac, fruto do convênio entre o Butantan e um laboratório chinês. De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, 12 milhões de pessoas já receberam a primeira dose.

O número ainda é baixo, representa apenas 6,04% da população do país. Portanto, ainda não é possível sentir amplamente o impacto da vacinação, apesar de que algumas cidades tenham registrado quedas nas internações dos grupos vacinados. O Brasil também está com dificuldade de conseguir mais imunizantes, o que diminui a velocidade de vacinação.

A volta dos lockdowns

Tendo em vista a dificuldade na vacinação em massa da população e a ascendente curva de contágios, governos estaduais e municipais decretaram lockdowns ou toques de recolher como medidas para conter o avanço da pandemia.

O principal medo é o colapso da rede de saúde, como o experimentado em Manaus, pois muitos estados já estão com seus leitos de UTI quase que (ou) completamente ocupados. As medidas restritivas são aplicadas na tentativa de brecar a curva de contágio.

Conclusão

Pelo panorama apresentado é evidente que este é o pior momento da pandemia de Covid-19 no Brasil. Com recordes de mortes e infecções, circulação de variantes e dificuldade de vacinar em massa, o risco de colapso ressurgiu. É preciso frear o contágio e acelerar a vacinação, se não a Covid-19 no Brasil continuará preocupando nós e o mundo.

Quer saber mais sobre a Covid-19 no Brasil? Acompanhe nosso blog e fique bem informado sobre tudo relacionado à saúde.

 

Fonte:

- https://agencia.fapesp.br/variante-p1-ja-predomina-entre-os-casos-de-covid-19-de-araraquara/35325/
- https://covid.saude.gov.br/
- https://especiais.g1.globo.com/bemestar/vacina/2021/mapa-brasil-vacina-covid/
- https://especiais.g1.globo.com/bemestar/coronavirus/estados-brasil-mortes-casos-media-movel/

Assuntos relacionados: COVID-19 NO BRASIL