Dr. Teuto

Blog

Blog


25/09/2020 Notícias

Pesquisa Datafolha revela o nível de confiança no médico no Brasil

Os dados colocam o médico como profissional de maior confiança e credibilidade no país

Pesquisa Datafolha revela o nível de confiança no médico no Brasil

A confiança no médico no Brasil é algo que tem se mostrado maior do que o imaginado. Por conta do conhecimento e da segurança que passam, os médicos tendem a ser a maior referência dos pacientes. A pesquisa, em suma, ouviu uma grande quantidade de pessoas e, por isso, chegou a tal resultado. Confira!

A relação entre médico e paciente

Assim como qualquer outro serviço, é necessário que o cliente sinta-se à vontade e confortável com o profissional. O fato é que, por conta da falsa imagem distante e fria, muito se falava sobre o relacionamento entre médicos e pacientes.

Entretanto, a boa notícia é que isso vem mudando com o passar do tempo. Atualmente, é comum encontrar profissionais da saúde – principalmente médicos – com atendimento humanizado e próximo ao paciente. Tudo isso, de fato, colabora muito para maior proximidade.

Isso ocorre de tal forma que muitos pacientes sentem-se muito mais à vontade com o profissional. Logo, torna-se mais fácil concluir um tratamento bem-sucedido e seguir as orientações dadas pelo médico. Isso impacta diretamente também na opinião que muitas pessoas possuem a respeito dos médicos.

Sobre a confiança no médico no Brasil

A pedido do Conselho Federal de Medicina, o Datafolha deu maior atenção aos brasileiros durante a pandemia. Sem dúvidas, a confiança nos profissionais médicos aumentou bastante. Segundo a pesquisa realizada, a confiança no médico no Brasil atingiu 31%.

Ou seja, em primeiro lugar estão os médicos. Já em segundo, encontram-se os professores, com 21%. Para chegar em tais resultados, o Datafolha contou com 1.511 pessoas das mais variadas regiões do país. A pesquisa ocorreu entre os dias 15 e 30 de maio de 2020.

Entretanto, uma pesquisa já havia sido realizada no ano de 2018, onde os médicos não se encontravam em primeiro lugar, mas, sim, em segundo lugar com 24% dos votos. O primeiro lugar, até àquele ano, era dos professores, com 34%.

Avaliação do atendimento

Segundo os dados que foram coletados pelo Datafolha, os brasileiros não se baseiam somente na confiabilidade por nada. Em suma, o atendimento é algo que é avaliado de perto por muitos pacientes. Logo, todos estão extremamente atentos em relação à forma que são tratados e atendidos.

A boa notícia é que, segundo a pesquisa realizada em 2018, o índice de satisfação já havia aumentado para 57% como bom ou ótimo. Já em relação ao atendimento bom ou ótimo durante a época pandêmica, a porcentagem sobe para surpreendentes 77%.

 Em relação aos pesquisados sobre a confiança, credibilidade e bom atendimento, o público foi:

●      Mulheres: 42%;

●      Pessoas com ensino fundamental: 42%;

●      Indivíduos a partir de 45 anos: 37%.

Além disso, segundo os resultados da pesquisa, a boa imagem também é algo muito mais forte entre os indivíduos que ganham até dois salários mínimos, chegando a 41%. Outros que podem ser citados, inclusive, são aqueles com mais de 10 salários mínimos, que correspondem a 33% dos entrevistados.

Conclusão

É possível notar uma grande quantidade de pessoas que mudaram a sua opinião em relação ao serviço profissional de médicos. Por conta disso, é possível que muitas vantagens surjam no caminho, tornando possível melhorar a relação de confiança no médico no Brasil com seus pacientes.

Acesse o blog Dr. Teuto e esteja por dentro dos principais conteúdos voltados para medicina.
 

Fonte:

https://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=28745:2020-07-20-19-18-46&catid=3

 

Assuntos relacionados: CONFIANÇA NO MÉDICO NO BRASIL