Dr. Teuto

Blog

Blog


14/09/2020 Notícias

Como o comportamento das pessoas e suas decisões afetam as políticas de saúde?

OMS cria grupo de especialistas para investigar o tema mais a fundo

Como o comportamento das pessoas e suas decisões afetam as políticas de saúde?

Mesmo que todo profissional da saúde tenha responsabilidade sobre o ato de ajudar o paciente, sabe-se que o próprio paciente precisa também ter comprometimento, assim como deve ser o comportamento das pessoas na saúde em geral. Isso, de fato, já é de conhecimento de todo médico. Muitos, inclusive, também buscam sempre conscientizar o indivíduo para que ele leve os cuidados a sério.

Entretanto, isso pode mudar muito conforme os costumes pessoais, populacionais e regionais. Por isso, a OMS tem acompanhado esse fator de perto. A intenção é entender melhor o assunto, conscientizar e saber como lidar com ele. Confira!

Envolvimento da OMS

Conhecida também como Organização Mundial da Saúde, a OMS optou por convocar seu primeiro Grupo Consultivo Técnico em Percepções e Ciências Comportamentais para a Saúde. Isso ocorreu porque, segundo o diretor-geral da OMS, a pandemia da Covid-19 mostrou o quanto é necessário entender melhor sobre o comportamento da sociedade.

Afinal, tudo isso impacta diretamente nas decisões que elas tomam em relação à saúde. A partir disso, a OMS pretende garantir que um entendimento maior seja adquirido. Assim, será possível reunir evidências que informem sobre políticas, diretrizes e programas. Isso tudo pode ser muito benéfico, caso ocorra algum outro fator de grande impacto e que exija um cuidado maior por parte das pessoas.

Como o comportamento das pessoas podem afetar as políticas de saúde

Embora a ciência social e comportamental estude há décadas o comportamento do ser humano, é sempre algo muito difícil ter um resultado concreto e definitivo. Afinal, as pessoas são de fato complexas. Porém, estudar o comportamento da sociedade permite que um aconselhamento baseado em evidências seja devidamente feito.

Até mesmo porque, essa enorme diversidade de comportamento que cada sociedade possui, pode impactar de maneira positiva ou não em diversos acontecimentos. Em alguns casos, por exemplo, onde sociedades se mostram mais rebeldes e com aversão às normas e regras, torna-se perigoso e difícil controlar doenças e epidemias, por exemplo.

O mesmo vale quando um paciente precisa se cuidar para que o tratamento médico tenha efeito. Dependendo do tipo de meio que vive, isso será extremamente difícil. Assim, é comum que muitos médicos se deparem com pessoas que não levam o tratamento a sério e, infelizmente, acabam tendo resultados negativos.

Impactos positivos da investigação

É fato que descobrir como as pessoas se portam pode agregar resultados altamente benéficos. Entre eles, podemos citar:

●      Maior facilidade de comunicação com aquela sociedade em específico;

●      Abordagem diferente de uma sociedade para outra;

●      Maior eficácia em controlar situações de risco;

●      Muito mais pessoas com saúde e bem-estar;

●      Garantir um entendimento da situação como um todo e passá-la adiante.

Conclusão

Conhecer o comportamento das pessoas em relação à saúde nas mais distintas sociedades é uma ótima forma de garantir êxito nas políticas de saúde e tratamentos variados. Afinal, permitirá uma abordagem muito mais próxima às suas realidades para, assim, proporcionar um resultado satisfatório e benéfico.

Para saber mais sobre pesquisas e avanços da medicina e sociedade, acesse o blog Dr. Teuto!