Dr. Teuto

Blog

Blog


22/11/2019 Medicina

Estudo revela o impacto da atitude do médico no sucesso do tratamento de pacientes

As expectativas do profissional em relação ao tratamento também afetam o resultado

Estudo revela o impacto da atitude do médico no sucesso do tratamento de pacientes

Um tratamento bem-sucedido também depende da atitude do médico, não somente do paciente. Isso porque quando uma pessoa sente que está sendo bem atendida por esse profissional, torna-se mais segura para dar continuidade aos processos necessários até alcançar a cura.

Portanto, quando um médico tem uma postura empática e solidária com o seu paciente, as chances dele aceitar todo o tratamento são bem mais altas. A relação de confiança é primordial nessa hora.

Neste post vamos mostrar dados que comprovam essa isso. Veja o estudo da Universidade de Dartmouth, divulgado pela Nature Human Behavior. Boa leitura!

Saiba como a atitude do médico pode estimular o sucesso do tratamento de seus pacientes

A pesquisa descobriu pistas de que a atitude do médico pode influenciar positivamente a forma como um paciente irá encarar o seu tratamento. Além de fazê-lo acreditar que os procedimentos serão eficazes.

Esse estudou fez uma simulação em uma série de clínicas. Os pacientes precisavam avaliar a eficácia do tratamento fazendo uma simulação. Eles tinham que usar um creme terapêutico após terem sofrido um estímulo de calor desconfortável no braço.

A partir do momento em que o médico acreditava no tratamento, as pessoas começaram a perceber que estavam sentindo menos dor. A verificação levou em consideração reações comportamentais e as avaliações preenchidas pelos pacientes.

O estudo foi realizado da seguinte forma:

  • Visando tratar uma dor na pele, a pesquisa foi realizada a partir do uso de cremes terapêuticos;
  • Foram 24 pacientes e 24 médicos que participaram dessa análise. Cada par, um profissional e um paciente, receberam dois tipos de gel, sendo um para aliviar a dor e o outro um placebo. No entanto, ambos eram somente vaselinas;
  • Após a aplicação de cada “creme”, os pacientes receberam um estímulo incômodo em seu braço, proporcionando um calor desconfortável. Eles tiveram que falar sobre o produto nesse momento, a sua eficácia;
  • Antes de o médico interagir com o seu paciente, a equipe que realizou o estudo informou a eles a propriedade dos dois cremes, dizendo que o creme terapêutico mais efetivo era o que continha thermedol. Porém, os pacientes não sabiam qual loção era essa, pois já haviam passado as duas;
  • Depois que o médico começou a interagir com seu paciente, houve uma reação positiva e ele começou a sentir menos dor em um dos braços, acreditando que o thermedol estivesse fazendo o efeito esperado.

Qual a importância desse estudo?

Os pesquisadores, que também são médicos, acreditam que uma atitude positiva pode gerar bons resultados aos tratamentos. Por mais discretas que sejam as interações entre profissionais e pacientes, elas fazem bem para que os procedimentos tenham melhor efeito.

Portanto, se a atitude do médico for de confiança e se dedicar a um tratamento com toda sua competência, o impacto sobre o paciente será ainda melhor. Quando um profissional torna-se mais empático com a situação de seu paciente, passa a dar mais dicas comportamentais para a eficácia de um medicamento ou recurso terapêutico.

Gostou da informação? Assine a nossa newsletter. 

Assuntos relacionados: atitude de médico