Novidades


24/10/2017

Em parceria com o Senai, ação do Teuto oferece qualificação diferenciada para equipe da indústria

Por meio do programa 'Operador Autônomo', colaboradores tem mais uma oportunidade de crescimento e valorização profissional

Este mês, foi realizada a promoção dos ‘Operadores Autônomos’. Lançado em abril de 2016, o programa realizado em parceria com o Senai é mais uma ação que confirma o compromisso do Laboratório Teuto em investir no talento de sua equipe, oferecendo treinamentos de qualidade e oportunidades de desenvolvimento profissional.

Os novos ‘Operadores Autônomos’ são: no setor de sólidos, Adilson Costa, Chinayder Grai, Danilo Frazão, David Haje, Dirce Maria, Elane Ferreira, Eliane Lima, Elizangela Cardoso, Fábio Fernandes, Geslaine Gomes, Kenia Maria, Lilian Rodrigues, Lívia Maria, Paula Cunha, Priscila do Socorro, Reinaldo Alves, Ulicelia de Oliveira, Viviane da Silva e Vizia Patrícia. No setor de cefalosporínicos, Carlos Alex, Ernando Mendes, Ezequiel da Silva, Idaleth Batista, Janderson Teles, Jeverson Pontes, Juliana de Souza, Maria Abadia, Rafael Rodrigo, Rogério Rosa e Sônia Batista foram os promovidos. Na área de penincilânicos, Damásio Ferreira, Lucience Francisca e Tiago José e, no setor de líquidos, Jalles Aparecido, Nattallia Gomes e Valdeli Eterna.

Durante o evento, os promovidos receberam seus certificados e novos crachás. No total, 61 colaboradores já receberam a promoção e, atualmente, a ação está em sua 5ª turma, com participantes em todas as etapas de classificação, confirmando o compromisso do Teuto em difundir a cultura de excelência produtiva em todos os setores da indústria.

Os procedimentos para início da 6ª turma já estão em andamento. Segundo o RH, os colaboradores selecionados para a realização do curso passam por um processo de seleção com avaliação de perfil, incluindo as competências profissionais e desempenho na indústria.

Além da qualificação diferenciada com curso técnico no Senai e aulas práticas na indústria, os participantes também têm a oportunidade de progressão de carreira dentro da empresa.

“O investimento aplicado no desenvolvimento dos operadores tem dado evidências de retorno garantido em produtividade, qualidade, redução de perdas, maior eficiência dos equipamentos além de realização e crescimento profissional. Com o programa, o Teuto amplia as possibilidades de qualificação profissional e progressão de carreira, ou seja, todos ganham”, explica Elizabeth Junqueira, gerente de RH do Teuto.

Ainda sobre as etapas para alcançar a promoção, Michelle Gomes, supervisora de Otimização Industrial do Teuto explica: “Além de realizar o curso básico no Senai e fazer as aulas práticas na indústria, o colaborador é avaliado segundo os critérios de crescimento profissional do departamento de Recursos Humanos e Garantia da Qualidade. ”

“Hoje nós temos uma postura de atuação preventiva, com mais autonomia no uso das máquinas”, explica Jeverson Costa, um dos operadores promovidos, na última edição. “O trabalho que o Teuto faz hoje vai além do cuidado com a qualidade dos medicamentos e processos, mas também com a autoestima da equipe”, acrescenta.

Depois das avaliações, os colaboradores precisam ainda alcançar as metas de produtividade e qualidade por três meses consecutivos para serem promovidos.

Ações de RH: 

Com foco nas pessoas, o Laboratório Teuto/Pfizer que, atualmente, conta com mais de 3,5 mil colaboradores diretos, investe na extraordinária força de trabalho de sua equipe. A companhia busca, intensamente, o avanço da qualidade de vida dos colaboradores e proporciona crescimento e desenvolvimento profissional.

Assuntos relacionados: senai, teuto, operadores autonomos