Blog


19/10/2018 Medicina

Pesquisadoras brasileiras desenvolvem sorvete que alivia efeitos colaterais da quimioterapia

Produto atua como suplemento alimentar e ajuda no tratamento de pacientes com câncer

Pesquisadoras brasileiras desenvolvem sorvete que alivia efeitos colaterais da quimioterapia

Você acha que o sorvete é só aquela sobremesa gostosa e muito bem-vinda nos dias quentes? Está enganado! Ele também pode ajudar na luta contra o câncer. Um sorvete especial que ameniza os efeitos colaterais da quimioterapia foi desenvolvido por uma equipe de nutricionistas da Universidade Federal de Santa Catarina (USFC).

A nutricionista e especialista em Saúde com Ênfase em Alta Complexidade, Paloma Mannes é a principal responsável pelo produto. Ele foi desenvolvido como resultado do Trabalho de Conclusão de Residência (TCR), no Hospital Universitário da UFSC.

Esse sorvete funciona como um suplemento nutricional para as pessoas que sofrem com o câncer e precisam fazer a quimioterapia. Isso porque, na maioria das vezes, há uma grande dificuldade de se fazer uma boa alimentação devido aos efeitos colaterais do tratamento.

É válido ressaltar que esses efeitos colaterais durante a quimioterapia incluem vômitos, aftas, náuseas, sensação de boca seca, entre outros.

 

 

Mas, afinal, por que um sorvete?

O sorvete desenvolvido por pesquisadoras brasileiras alivia esses efeitos colaterais e, além disso, serve como um suplemento alimentício, já que as pessoas que fazem quimioterapia têm dificuldades para se alimentar da forma correta.

A nutricionista Paloma explica que ela e toda a equipe pensaram em algo que fosse de fácil consumo no dia a dia, além de viável no ponto de vista econômico, prático para os hospitais e capaz de amenizar os efeitos da quimioterapia.

Sendo assim, por meio de uma pesquisa bibliográfica, perceberam que um alimento gelado poderia atender a todos esses requisitos. Anteriormente, elas pensaram em produzir geladinhos caseiros. Entretanto, uma empresa fabricante de sorvetes de Florianópolis se interessou pela pesquisa e resolveu produzir esse sorvete.

O produto é capaz de proporcionar às pessoas que sofrem com o câncer o consumo de um alimento saboroso e nutritivo. O sorvete além de contemplar a questão nutricional, uma vez que é fonte de fibras e proteínas, é muito saboroso.

Como a queixa de falta de apetite é muito grande entre os pacientes que passam pela quimioterapia, esse alimento pode proporcionar um tratamento mais humano. O que achou dessa novidade? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe o conteúdo para que mais pessoas saibam dessa informação!

Assuntos relacionados: QUIMIOTERAPIA