Blog


21/08/2018 Medicina

Jovem de 21 anos recebe transplante de rosto nos EUA

A americana Katie Stubblefield de 22 anos tornou-se a 40° pessoa no mundo a receber um transplante de rosto, além disso, é a mais jovem norte-americana a passar por esse tipo de procedimento.

Jovem de 21 anos recebe transplante de rosto nos EUA

A americana Katie Stubblefield de 22 anos tornou-se a 40° pessoa no mundo a receber um transplante de rosto, além disso, é a mais jovem norte-americana a passar por esse tipo de procedimento.

O drama de Katie teve início quando ela tinha 18 anos, época em que tentou suicídio atirando no próprio rosto. Os graves ferimentos provocaram a perda de grande parte de sua face.

O transplante de rosto

Em agosto de 2018, a cirurgia de transplante de rosto foi, finalmente, realizada com sucesso em Katie tornando-se uma grande notícia!

Tudo isso foi graças ao Instituto de Medicina Regenerativa das Forças Armadas, responsável por financiar a cirurgia. Por ser um procedimento experimental as seguradoras dos Estados Unidos ainda não cobrem o procedimento.

De acordo com o Instituto, que desenvolve estudos e investe em avanços na área médica que estejam voltados para tratamentos de militares em feridos no campo de guerra, a jovem foi considerada com uma candidata ideal e de acordo com o perfil exigido, especialmente considerando-se os aspectos da pouca idade, das condições de saúde e do tipo de ferimento sofrido.

A trajetória de Katie desde o dia de sua tentativa de suicídio até o dia da cirurgia de transplante de rosto não foi nada simples. Até o início de agosto, quando passou pelo procedimento, a jovem já tinha sido submetida a 22 cirurgias reconstrutivas.

Perspectivas de futuro

Desde o transplante Katie já passou por três operações de revisão e as estimativas são que outras ainda deverão ser realizadas no futuro para melhorias na aparência do rosto e na manutenção e desenvolvimento de suas funcionalidades.

Além disso, a jovem deverá tomar medicação específica para o resto de sua vida com o objetivo de reduzir os riscos de rejeição do rosto transplantado.

Katie afirma que quer voltar a fazer faculdade e dar início a sua terapia. Ela disse que também quer usar sua história, de uma jovem com transplante de rosto, para alertar outros jovens sobre o suicídio e o valor da vida.

Assuntos relacionados: Transplante de rosto