Blog


23/02/2018 Medicina

Mercado de trabalho para médicos: Descubra onde estão as melhores oportunidades no Brasil

Atualmente, os profissionais podem escolher entre mais de 50 especializações possíveis, todas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina

Mercado de trabalho para médicos: Descubra onde estão as melhores oportunidades no Brasil

Quem pretende seguir a carreira médica precisa começar a investir cedo em horas de dedicação e estudo. O vestibular famoso por ser o mais concorrido do país é apenas a primeira etapa, para uma longa jornada de estudos que conduzirá para a profissão com melhor remuneração.

Depois dos seis anos de graduação o recém-formado acadêmico de medicina pode começar a atuar como clínico geral, porém caso o profissional queira atuar em algum segmento específico, precisa investir em uma especialização ou residência médica que levará cerca de 2 a 3 anos.

Há ainda os profissionais que vão além, que encaram mestrados e doutorados até mesmo no exterior para garantir uma formação ainda mais completa e posteriormente uma remuneração ainda melhor.

 

 

O mercado de trabalho para o médico é extremamente diversificado e apresenta uma empregabilidade bastante alta. O profissional pode atuar em hospitais, clínicas, clubes, centros de pesquisa, serviço público ou até mesmo consultório próprio.

Uma pesquisa encabeçada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que a Medicina ocupa o primeiro lugar entre as 48 melhores profissões de nível superior analisadas pelo estudo. O estudo também destaca a alta empregabilidade da área, em torno de inacreditáveis 97%.

De acordo com os números mais recentes da Demografia Médica no Brasil, as áreas com maior concentração de profissionais são: Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Anestesiologia, Cardiologia, Medicina de Trabalho, Ortopedia e Traumatologia, Oftalmologia, Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Segundo o Conselho Federal de Medicina, atualmente, o país possui mais de 470 mil profissionais e mesmo com essa quantidade algumas regiões do país sofrem com a falta de médicos. Cerca de 55% de todos os especialistas estão na região Sudeste, especialmente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Norte e Nordeste têm a menor disponibilidade desses profissionais, levando-se em conta a proporção entre o número de médicos e o tamanho da população.

Periodicamente são abertos editais públicos com salários bem interessantes para quem deseja exercer a profissão em regiões mais carentes.

Outro segmento bastante lucrativo é a área de administração. Diariamente a procura por especialista que estejam aptos a ocupar cargos de gerencia e diretoria de grandes hospitais e empreendimentos médicos tem crescido.

Segundo o IPEA, as especialidades com os melhores salários são: Cirurgião Plástico, Cirurgião Geral, Ortopedista, Médico Auditor, Anestesiologista, Dermatologista, Hematologista, Mastologista, Cancerologista e Colonoscopista.

Se você está pensando em ingressar no mercado, ou procurando uma área para especialização, é importante ficar a atento aos segmentos menos procurados. Além do menor número de profissionais no mercado, elas podem vir a ser bastante demandadas no futuro – o que pode ser o caso, por exemplo, de Medicina Esportiva e Genética Médica.