Blog


13/12/2017 Medicina

Série especialidades médicas: Dermatologia

O Brasil é a segunda maior entidade dermatológica do mundo, com cerca de 7 mil associados.

Série especialidades médicas: Dermatologia

Um médico dermatologista é o profissional responsável pelos cuidados com a pele, o maior órgão do corpo humano. Cabe a ele oferecer tratamentos clínicos ou cirúrgicos que acometem a pele e os anexos cutâneos, como as unhas, mucosas e os cabelos.

No Brasil essa especialidade médica é regida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), juntamente com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Para atuar nessa área, o médico precisa se registrar em ambos os órgãos regulamentadores e cumprir as exigências.

Vale ressaltar que o Brasil representa a 2ª maior entidade dermatológica do mundo, com cerca de 7 mil associados à SBD, sociedade responsável por essa categoria no país. Um dado que revela todo o potencial dessa especialidade médica em nosso território.

Veja um pouco mais sobre a dermatologia e as aptidões desse profissional de medicina. Confira tudo o que você precisa saber para se tornar um dermatologista!

O que trata o médico dermatologista?

São mais de 3 mil doenças dermatológicas que afetam a pele das pessoas e cabe ao dermatologista tratar e prevenir esses quadros. Veja as principais atribuições do especialista em dermatologia, abaixo:

  • Prevenção e tratamento de doenças da pele, mucosas, unhas e cabelos;
  • Orientar os pacientes sobre cuidados gerais e de prevenção;
  • Solução de problemas estéticos;
  • Tratamento da acne, alergias diversas, psoríase, queda dos cabelos, hanseníase, câncer de pele, entre outras;
  • Infecções na língua, na boca e nos lábios;
  • Doenças sexualmente transmissíveis e outras doenças nas genitálias;
  • E entre outras.

Como se vê há muitas atribuições ao médico dermatologista e não poderia ser diferente. Afinal de contas, a pele mede cerca de 2m² em uma pessoa adulta e pode ser acometida por mais de 3 mil tipos de doenças diferentes.

 

 

Vale ressaltar também, que esse profissional deve ser procurado no caso de utilização de cosméticos e outros produtos sobre a pele. A orientação desse profissional é útil para evitar alergias e demais transtornos graves.

Como se tornar um especialista em dermatologia?

Para se tornar um especialista em dermatologia, primeiro é preciso estudar medicina. Após concluir a graduação, o médico deve fazer residência de três anos em dermatologia.

Em outros países, como Portugal, o período de estudos pode durar ainda mais tempo. Pois, nesse caso, o profissional precisa se especializar em outras áreas como pequenas cirurgias, cirurgia plástica, dermatovenerologia e outras.

Após finalizar a residência médica e ser aprovado nas avaliações, o médico já pode atuar como dermatologista e realizar todos os procedimentos pertinentes à função.

Gostou de aprender um pouco mais sobre a dermatologia? Registre-se em nossa newsletter para receber os demais posts desta série e não perder nenhum conteúdo.