Blog


01/11/2017 Medicina

Engajamento médico: Entenda essa tendência e como aplica-la nas instituições de saúde!

Equipe médica precisa fazer parte do negócio, além dos setores de atendimento aos pacientes.

Engajamento médico: Entenda essa tendência e como aplica-la nas instituições de saúde!

Muito se fala no engajamento de colaboradores em diversos segmentos empresariais. Mas as instituições de saúde ficam um pouco de lado quando o assunto é esse, um grande equívoco por sinal.

Hospitais, clínicas e centros de atendimento de saúde devem buscar formas de integrar o médico em sua instituição. Deste modo, o paciente recebe o melhor atendimento possível, as metas da entidade são alcançadas e o ambiente de trabalho é melhorado.

Você sabe o que significa engajamento médico e como promovê-lo em sua clínica ou hospital? Veja neste post tudo o que você precisa saber sobre o tema e entenda por que ele é tão importante nos dias atuais.

O que é engajamento médico?

Engajar significa tornar alguém ou alguma coisa parte de uma missão (algo) maior. É exatamente esse ponto de vista que precisa ser compartilhado nas instituições de saúde.

O médico e demais profissionais devem ser integrados dentro da entidade que prestam atendimento, de modo a seguir suas orientações e contribuir para o crescimento da clínica ou hospital.

 

 

Além de garantir que o médico execute adequadamente suas funções, outros critérios são importantes quando o assunto é engajamento. O profissional precisa seguir os padrões da entidade, seus valores, objetivos e contribuir para o crescimento de todos.

Quando isso não acontece é comum surgir um ambiente de trabalho conturbado, funcionários insatisfeitos e até a Síndrome de Burnout, que afeta milhares de médicos e profissionais da saúde.

Como promover o engajamento?

O termo engajamento médico começou a surgir no cenário norte-americano, baseado em uma reforma da saúde no país. Mas hoje já se arrasta para diferentes países e localidades, chegando com muita força ao Brasil.

Para garantir o engajamento médico, gestores e líderes desse setor devem:

  • Incorporar o profissional de saúde nas decisões estratégicas da entidade, seja para servir de consulta na toma de decisões ou para ser informado dos objetivos da marca;
  • Fazer com que a equipe médica participe ativamente de metas do negócio, como os objetivos financeiros;
  • Integrar a equipe com os valores e objetivos do negócio através de treinamento e formação continuada.

Ao seguir esses três passos básicos, a instituição de saúde consegue melhorar o seu atendimento ao paciente e, ao mesmo tempo, contar com uma equipe mais bem preparada para suas funções.

É importante salientar, no entanto, que o engajamento é algo constante dentro das entidades. Não basta apenas fazer a integração do funcionário no início de sua contratação, mas tudo precisa ser revisto de tempos em tempos.