Blog


06/07/2017 Dicas

Marketing digital para médicos: tudo o que você precisa saber

Com o marketing digital, médicos podem melhorar sua presença online. Mas existem alguns parâmetros a serem seguidos. Entenda por que e conheça quais são

Marketing digital para médicos: tudo o que você precisa saber

Se usado corretamente, o marketing digital pode ajudar a aumentar o sucesso dos médicos. Da maior visibilidade online até a presença nas redes sociais, que pode facilitar o contato direto com pacientes, o marketing digital para médicos tem inúmeros potenciais. Entretanto, os Conselhos Regionais de Medicina (CRM) estabelecem regras de publicidade ética, que devem ser seguidas também na internet.

Em uma assembleia geral da Associação Médica Mundial, uma resolução determinou outras recomendações a serem seguidas no marketing digital para médicos. Elas têm como objetivo, entre outros, manter limites apropriados na relação médico-paciente, estudar a privacidade das redes sociais, e alertar os médicos para a importância de discrição nas redes sociais pessoais, visto que as informações podem ser acessadas pelos pacientes e mal interpretadas.

 

Entenda como funciona e por que o marketing digital pode ser interessante para médicos

Um dos maiores benefícios do marketing digital é que os médicos podem não apenas anunciar seus serviços, mas também melhorar sua imagem e marca própria. Existem algumas estratégias neste sentido:

 

  • Criar sites próprios que divulguem o trabalho;
  • Criar posts para blogs com palavras-chave relacionadas à área de especialidade médica. Por exemplo, um dermatologista pode criar artigos com informações sobre cuidados com a pele ou as doenças de pele mais comuns. Isso vai ajudá-lo a se tornar mais relevante no mundo online e, consequentemente, o colocará entre os primeiros resultados do site de busca;
  • Apostar em campanhas de e-mail marketing segmentadas a quem já é paciente, alertando-os para cuidados ou com dicas de saúde, por exemplo;
  • E interagir diretamente com os pacientes nas redes sociais, publicando em tempo real novidades e notícias relevantes para os pacientes. Vale lembrar que isso deve ser feito em um perfil oficial, não pessoal.

 

Saiba quais cuidados tomar ao elaborar uma estratégia de marketing digital para médicos

Embora os potenciais e benefícios do uso de marketing digital por médicos sejam inúmeros, pelo caráter e ética da profissão é preciso tomar alguns cuidados específicos:

 

 

  • Os médicos não devem participar de anúncios de empresas comerciais ou de seus produtos, para não induzir seus pacientes a acreditarem que tal marca pode gerar benefícios extra de saúde;
  • Também não devem fazer propaganda de métodos ou técnicas não reconhecidas no Conselho Federal de Medicina (CFM). Um exemplo é a carboxiterapia, um tratamento que consiste na injeção de gás sob a pele para eliminar marcas de celulite, estrias e gordura localizada;
  • Em hipótese alguma, o médico pode divulgar selfies em situações de trabalho e atendimento, além de outras imagens ou áudios que possam ser caracterizados como sensacionalismo, autopromoção ou concorrência desleal;
  • O médico deve prezar sempre pela privacidade do paciente. Ou seja, não deve consultar, diagnosticar ou prescrever à distância. Os blogs, no entanto, são considerados ferramenta de disseminação de conhecimento científico, desde que o médico não preste consultoria online.

 

Gostou das dicas de hoje? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Leia também:

Saiba quais são as especialidades médicas do futuro

Como planejar uma boa aposentadoria médica

Saiba quais são os principais tipos de transtornos mentais

 

Importante: O objetivo deste blog é trazer informações atualizadas sobre o setor médico/farmacêutico. O conteúdo não expressa a opinião da empresa/Laboratório Teuto | Pfizer.

Assuntos relacionados: marketing digital