Blog


30/05/2017 Medicina

Saiba quais são os requisitos básicos para a doação de sangue

Embora seja um procedimento simples, os voluntários de doação de sangue devem ficar atentos aos critérios que protegem eles mesmos e quem vai receber o sangue

Saiba quais são os requisitos básicos para a doação de sangue

Todos os dias, ocorrem centenas de acidentes, cirurgias, entre outras doenças que exigem transfusão de sangue, um tecido vivo que circula pelo corpo e é essencial à vida. Por isso a doação de sangue é tão importante: o ato simples e seguro não provoca risco ou prejuízo à saúde de quem doa, mas pode fazer toda a diferença para quem necessita. Se cada pessoa saudável doasse sangue pelo menos duas vezes ao ano, os hemocentros teriam sangue o suficiente para atender a toda a população que necessita dele.

Outro ponto que vale ser lembrado quando o assunto é doação de sangue é que a quantidade que você doa não ultrapasse 10% do total de sangue que há no seu corpo, algo que é substituído naturalmente de forma rápida. 

 

Como é feita a doação de sangue?

Se você está interessado em doar sangue, o primeiro passo é buscar um hemocentro na cidade onde mora. O doador pode se candidatar de três formas:

- Doação espontânea, feita como atitude solidária, o receptor do sangue é desconhecido;

- Doação vinculada, destinada a algum paciente específico;

- E doação autóloga, quando a pessoa doa sangue para si mesma.

 

De um modo geral, o procedimento é padrão e funciona da seguinte maneira:

-  A coleta é feita por pessoal capacitado e supervisionada por um médico ou enfermeiro;

- O ambiente é limpo e confortável e o material utilizado é descartável

- O processo dura em torno de 55 minutos;

- Durante a doação de sangue, são retirados aproximadamente 450 mL de sangue, através de uma agulha em um dos braços;

- Doar sangue não dói.

 

Após a doação de sangue, é recomendado que o voluntário não fume por no mínimo duas horas, nem pratique exercícios físicos ou atividades perigosas por no mínimo 12. Também é necessário permanecer no serviço hemoterápico por 15 minutos e evitar dobrar o braço em que foi realizada a punção por pelo menos 24 horas. O curativo por ser retirado após quatro horas da doação de sangue.

Finalmente, não é recomendado que uma pessoa faça mais do que quatro doações de sangue por ano (no caso dos homens) ou três (para as mulheres), respeitando um intervalo de 60 dias (homens) e 90 dias (mulheres).

 

Existem requisitos para a doação de sangue ou qualquer um pode ser voluntário?

 

Embora o processo seja simples, existem alguns requisitos básicos para uma pessoa doar sangue, são eles:

Idade - o voluntário deve ter entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias. Doadores com idade entre 16 e 17 anos podem doar se algum dos pais ou um responsável legal estiver presente. O limite de idade para a primeira doação de sangue é de 60 anos.

Saúde - o doador deve pesar mais de 50 kg, ter repousado bem na noite anterior e estar com boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo. Quem tem ou teve hepatite, lepra, hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto, doenças auto-imunes, doença de Chagas, HIV, problemas cardíacos, diabetes e câncer não pode doar sangue. 

Alimentação - não ingerir bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas e não estar em jejum. O ideal é fazer refeições leves e não gordurosas nas quatro horas antes da doação de sangue. 

Maternidade - gestantes ou mulheres que amamentam bebês com menos de 12 meses não devem doar sangue.

 

Vale lembrar que os requisitos e etapas, especialmente em relação aos documentos exigidos para a doação de sangue, podem variar conforme cada banco de sangue. O ideal é consultar o Hemocentro mais próximo de você para tirar todas as suas dúvidas a respeito da doação de sangue. 

Gostou da dica de hoje? Cadastre-se na nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Assuntos relacionados: doação de sangue