Blog


07/05/2015 Notícias

Dez motivos para adotar tecnologia na gestão do consultório médico

Sete em cada dez médicos em todo o mundo já utilizam sistemas online para a gestão de clínicas.

Dez motivos para adotar tecnologia na gestão do consultório médico

As inovações tecnológicas não se restringem apenas ao setor de TI. Na era da Internet, todas as áreas se beneficiam com soluções que otimizam processos e facilitam a vida das pessoas. No caso da saúde não é diferente. Pesquisa da Phillips apresentada no evento SXSW 2015 mostra que sete em cada dez médicos em todo o mundo já utilizam sistemas online para a gestão de clínicas. Confira dez motivos para abandonar o papel no consultório e implementar novas soluções:

Otimização do espaço – sem arquivos grandes e de pastas suspensas, há um melhor uso dos ambientes do consultório. Além disso, representa economia: um metro quadrado em São Paulo, por exemplo, custa R$ 7 mil – dinheiro demais para ser gasto apenas com papeletas.

Segurança – os prontuários eletrônicos funcionam na nuvem, ou seja, não há o risco de perder um documento importante, como o histórico médico de um paciente ou guias de convênios.

Acesso remoto – o médico consegue visualizar informações sobre o paciente e a própria clínica por meio do celular ou tablet em qualquer lugar que tenha conexão com a internet. Ideal para ter controle total do consultório sem precisar estar fisicamente nele, e também para casos de urgência e emergência.

Comunicação rápida – a plataforma consegue agilizar a comunicação com o paciente, enviando informações sobre consulta ou exames via e-mail ou SMS.

Agenda eficiente – com a lista de compromissos na nuvem, a secretária pode gerenciar de forma mais prática o horário do médico, permitindo remanejamentos para pacientes atrasados ou que precisem de atendimento urgente. Além de permitir o médico acessar sua agenda de qualquer lugar, inclusive pelo celular.

Compartilhamento – a troca de informações com outros profissionais da clínica é mais rápida e eficaz quando é feita pela Internet. A sincronia facilita a vida de pacientes que precisam de atendimento com vários especialistas, por exemplo.

Performance – a plataforma preenche automaticamente guias de convênios, recibos, entre outros documentos. Assim, a secretária ganha tempo para se dedicar a outras tarefas.

Barato – na ponta do lápis, o consumo de papel que um consultório possui com prontuários, fichas de exames e convênios é mais caro do que a contratação de um prontuário eletrônico.

Busca rápida – com as informações na nuvem, o médico e a secretária conseguem localizar uma informação de forma mais ágil do que procurando em fichas de arquivos de dez ou quinze anos atrás.

Imagem – por fim, ao utilizar recursos tecnológicos que ajudam indiretamente os pacientes, o consultório reforça a marca de organização que se preocupa com o cidadão, melhorando a imagem perante clientes e stakeholders.

Autor: Thiago Delgado
Fonte: Revista Hospitais Brasil